As doenças do coração são as principais causas de morte no mundo. No Brasil, mais de 300 mil pessoas morrem todo ano em decorrência de problemas cardíacos. Um óbito a cada 1 minutos!

Dentre os principais problemas cardíacos fatais, estão:

1. Infarto agudo do miocárdio

É provocado pela falta de sangue e oxigênio no coração, causado pela obstrução da artéria coronária. Os principais sintomas são dor no peito, suor, falta de ar e mal estar. Se suspeitar dos sintomas, é essencial buscar ajuda rapidamente.

2. Doença vascular periférica

Causada pelo acúmulo de gordura e obstrução das artérias periféricas. Ocorre a redução do fluxo sanguíneo para as pernas, causando dor, dormências e dificuldade de caminhar.

3. Acidente vascular cerebral

A gordura acumulada nos vasos sanguíneos podem obstruir vasos cerebrais, causando sintomas como dor de cabeça, tontura, paralisia de um braço, perna e rosto. Também pode comprometer a fala. É essencial que o socorro venha rápido para diminuir as sequelas e o risco de óbito.

4. Morte Súbita

É nada menos que o óbito de forma súbita, sem chance de socorro. É causado, principalmente, pelo infarto.

 

Como preveni-las?

Esses números são explicados principalmente pelos maus hábitos da população. Alimentação desequilibrada, sedentarismo, sobrepeso e tabagismo são fatores de risco para doenças cardíacas. É possível garantir a saúde do coração através de mudanças no estilo de vida e na dieta.

Para evitar ou controlar a diabetes, obesidade, colesterol alto e hipertensão, o ideal é procurar a ajuda de um nutricionista. Todos com mais de 45 anos devem consultar o cardiologista pelo menos 1 vez ao ano, e os hipertensos e diabéticos, a cada 6 meses.

É muito importante também aferir a pressão arterial regularmente, pois essas doenças são assintomáticas e precisam ser descobertas antes de chegarem a um estado avançado. Sabia que na Prosaúde você pode medir sua pressão de graça?

 

(199)

Compartilhe com os seus amigos!

Categorias: Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *